Novo Cartão Auxílio Brasil com chip e função débito

O modelo com chip, pode ser usado na função débito!

Veja tudo sobre o Cartão Auxílio Brasil com chip e função débito – Nove meses depois de o Bolsa Família dar lugar ao Auxílio Brasil, o governo federal começou a distribuir os novos cartões do benefício.

O modelo com chip, pode ser usado na função débito e, a três meses das eleições, traz a marca do programa criado pelo governo Jair Bolsonaro, deixando de lado a identidade desenvolvida durante o governo do PT.

Advertisement

De acordo com o Ministério da Cidadania, 3,2 milhões de cartões foram emitidos em junho e já começaram a ser entregues pelos Correios.

Então, acompanhe a seguir, o que vamos abordar sobre o assunto:

O que é isso

O Cartão Auxílio Brasil com chip e função débito

Serão contempladas 6,6 milhões de famílias beneficiárias, de maneira gradual e escalonada. O calendário de entrega, no entanto, não foi divulgado.

Advertisement

Nessa primeira fase, tem prioridade quem ingressou no programa a partir de dezembro de 2021 e que, por não ter o cartão do benefício, recebe os R$ 400 mensais por meio da poupança social digital da Caixa.

Quando o programa mudou de nome, os cartões deixaram de ser emitidos.

Para o governo, além de aumentar a segurança, permite por exemplo, que o cidadão saque o valor na rede da Caixa e também em Bancos 24h.

A mudança elimina a necessidade de as famílias se deslocarem para agências do banco estatal que, às vezes, ficam distante de onde moram.

Entendendo o Auxílio Brasil

Foi a Medida provisória de número 1061, que em 2/12/2021 tornou oficial em todo território brasileiro, a criação do programa de distribuição de renda no Brasil.

Os objetivos são semelhantes ao antigo Bolsa Família: ajudar famílias que possuem pouquíssima renda.

Entre estes 2 programas, é possível notar algumas semelhanças.

Advertisement

Uma delas é o número de pessoas beneficiadas. Se eram 14 milhões no Bolsa Família, agora são 17 milhões.

Também mudaram os critérios que selecionam as pessoas que irão fazer parte do programa.

Atualmente, ser parte de família que possui grande instabilidade financeira nãos era o único critério.

Pessoas gestantes, ou então que possuam filhos com idade inferior a 21 anos também poderão fazer parte do programa.

Além disso, que, recebia o Auxílio Emergencial também terá acesso ao Auxílio Brasil.

Instituído para ajudar as pessoas no combate à pandemia, este benefício já chegou ao fim.

No entanto, se as pessoas que fizeram parte dele se encaixarem no novo programa, a migração poderá ser feita.

Como se inscrever no Auxílio Brasil

Primeiramente, se você fazia parte do antigo Bolsa Família até a data de 10/2021, pode ficar tranquilo.

Pois sua transição para o Auxílio Brasil será feita de forma automática, sem necessidade de que você faça nada para isso.

Caso não tenha feito parte do antigo programa, então terá que fazer sua inscrição no CadÚnico.

Portanto, neste caso, deverá se encaminhar até a Prefeitura do seu município. E deverá estar com alguns documentos.

Tais como Certidões de Casamento e Nascimento, Carteiras de Trabalho e Identidade. CP e Título de Eleitor.

Lembrando que quem deve ir é o responsável pela família.

Além disso, deverá ser apresentado na ocasião ao menos 1 documento de identificação de cada membro familiar.

Caso você tenha jovens na família em idade escolar, é preciso provar que eles estão devidamente matriculados em alguma escola, através de um comprovante.

E também algo que comprove o endereço onde mora.

Desta forma, seu cadastro será bem facilitado.

Portanto, não deixe de ir à prefeitura da sua cidade e procurar pelo Centro de Referência em Assistência Social, o CRAS, com todos os documentos supracitados.

Veja esse vídeo sobre como se inscrever no Auxílio Brasil:


Você já é cadastrado? Veja como saber

Caso você tenha dúvidas se está realmente cadastrado no Auxílio Brasil, existem algumas formas simples de descobrir.

A primeira é entrar no site do CadÚnico para conferir seu cadastramento.

Você terá que preencher o seguinte:

  • A cidade e Estado onde mora;
  • Nome, data de nascimento e o nome da sua mãe.

Depois você solicitará a emissão da certidão, e em seguida saberá se está cadastrado ou não.

Contudo, se você se cadastrou a menos de 1 mês e meio, é possível que não apareça nada, pois o sistema ainda processou sua solicitação.

É também possível ligar para o número 0800 707 2003 e falar com os atendentes do Ministério da Cidadania.

Agora vamos saber quem tem direito a receber o benefício do Auxílio Brasil.

O Cartão Auxílio Brasil antigo continua ativo

Ainda segundo o ministério, os cartões antigos continuam válidos.

Quem ainda não recebeu o novo cartão e está fora do grupo prioritário pode acompanhar o envio ligando para a central de atendimento da Caixa, nos telefones 0800-104-0104 e 4004-0104, ou presencialmente nas agências do banco.

Quando a substituição dos cartões foi anunciada, a expectativa era que a mudança custasse aos cofres federais cerca de R$ 324 milhões.

A medida foi questionada por um grupo de deputados federais no Tribunal de Contas da União (TCU). Eles apontaram mau uso do dinheiro público.

Os parlamentares também argumentaram que havia motivação eleitoreira na troca do modelo, já que os cartões antigos ainda estão funcionando.

E, permitem que os usuários continuem sacando dinheiro, mesmo após a transição entre os programas.

Saiba mais sobre o Auxílio Brasil, veja aqui.

Contudo, não deixe de verificar se você tem direito a receber o Auxílio Brasil.

Gostou do conteúdo sobre o Cartão Auxílio Brasil com chip? Então, compartilhe em suas redes sociais.

 

*Fonte: https://news24hora.com/cartao-auxilio-brasil-com-chip-e-funcao-debito

Advertisement

Participe do Nosso Grupo e receba Novidades na palma da mão:

WhatsApp Telegram

Leia também

Esse site usa cookies Ok Mais detalhes

Termos & Política de Privacidade
Clique e Entre em Nosso Grupo 🥰