6 dicas para escolher o terreno certo

Veja dicas imperdíveis para fazer a escolha certa!

Escolher o terreno certo nem sempre é fácil. Por isso, vamos dar aqui 6 dicas imperdíveis para fazer a opção certa.

Certamente, todos sabemos que comprar uma casa envolve um comprometimento financeiro muito grande.

Advertisement

Contudo, o mesmo pode ser dito no caso dos terrenos.

E os terrenos ainda possuem uma interessante particularidade. São bens voltados para o futuro.

Pois neles você poderá construir uma casa, fazer um empreendimento ou mesmo esperar para vendê-lo por maior preço, esperando assim sua valorização.

No entanto, deve-se dispensar aos terrenos os mesmos cuidados que se tem ao comprar uma casa. Se não mais.

Advertisement

Então, acompanhe nossas 6 dicas para escolher o terreno certo para você! Esperamos que elas ajudem neste momento importante.

Veja o que teremos sobre o assunto:

  1. O tamanho faz diferença
  2. Questões topográficas
  3. Localização é fundamental
  4. A geologia
  5. Iluminação natural
  6. Documentação e legislação

Dicas Importantes para comprar um terreno

Confira as 6 dicas para escolher o terreno certo

1 – O tamanho faz diferença

Primeiramente, para escolher o terreno ideal para você, vamos pensar em questões de tamanho.

Na verdade, temos que levantar uma questão anterior a essa: o que você pretende com o terreno?

Isso tem que estar muito claro na sua cabeça antes da compra – quais serão os seus objetivos com ele.

Advertisement

Vai desejar construir um local para você morar? Um negócio? Uma casa de férias?

Isso vai fazer toda a diferença na hora de escolher um terreno que possua determinada metragem.

Sem dizer que isso vai ter uma influência decisiva com relação ao preço.

Como você pode imaginar, terrenos maiores custarão mais caro.

E não apenas isso: o tamanho também impactará no valor do IPTU que você terá que pagar.

Mas, o tamanho total não é suficiente. Você precisa se informar para saber qual é área útil.

Área útil é aquela que pode ser construída. Dependendo da cidade, existem leis específicas com relação ao recuo.

Em especial quando o terreno faz divisa com alguma via pública.

Além disso, prefira terrenos que sejam mais quadrados, proporcional em todos os lados.

Ou seja, sempre que puder evite comprar terrenos que sejam finos e compridos, pois isso vai dificultar bastante a constrição de qualquer coisa.

Veja esse vídeo sobre dicas para escolher o terreno certo:


2 – Fique atento nas questões topográficas

Fique calmo! Não se assuste com palavras como “topografia”. É mais simples do que parece é essencial para escolher o terreno certo para você.

Podemos dizer que topografia é a como o terreno se dispõe, levando em consideração os possíveis acidentes naturais que ele tenha.

Trocando em miúdos, é importante para saber se tem um aclive, completamente plano ou se possui declive.

O ideal, obviamente, é que o terreno seja completamente plano.

Desta forma, você economiza um bom dinheiro, pois não precisará aterrar, nem fazer outras modificações.

Aclive é quando o terreno certo está em uma posição superior ao nível da rua, e declive é quando ele está abaixo.

Em ambos os casos, será necessário fazer modificações. Especialmente no caso do declive.

Pois você poderá ter problemas com a saída do esgoto da rua. Portanto, sempre prefira terrenos planos.

3 – Localização é fundamental para escolher o terreno certo

Todo mundo no mercado imobiliário sabe que localização é um fator fundamental na hora de escolher o terreno certo ou uma casa ideal.

Existem algumas localidades que são muito disputadas. Logo, é natural que aí os terrenos sejam mais caros.

Por exemplo, em São Paulo, o mercado de terrenos anda muito disputado, muitas vezes com proprietários pedindo 100% acima do valor do terreno.

Não apenas isso – você precisa ver se o local está de acordo com os seus objetivos com o terreno.

Lugares barulhentos, perto de bares ou vias movimentadas podem atrapalhar sua intenção de construir aquela casa de férias na qual pretende relaxar.

Por outro lado, lugares que são muito distantes podem ser inconvenientes.

Para evitar surpresas, converse com as pessoas que moram na região do terreno onde pretende comprar.

Ir ao local diversos dias da semana em momentos diferentes do dia vai também lhe dar uma noção do que lhe espera.

4 – A geologia importa

Para escolher um terreno ideal, não é preciso ter um curso superior em geografia ou geologia.

No entanto, conhecer alguns detalhes sobre o solo do terreno que você pretende comprar pode ser bem interessante.

Imagine você descobrir, depois da aquisição, que não vai conseguir construir nada muito pesado pois o solo não aguenta?

Ou então que ele é tão rígido que é quase impossível ser perfurado?

Portanto, o ideal então, é que tenhamos uma combinação dos 2.

Um terreno que não seja tão firme que impeça as bases de uma constrição, mas não tão “mole” que não permite construções pesadas.

Logo, o solo ideal é o argiloso, pois apresenta um ótimo meio termo.

Terrenos com solos arenosos ou rochosos podem trazer os problemas que mencionamos mais acima.

5 – Iluminação natural

A iluminação natural também vai ter o seu impacto e tem que ser considerado na hora de escolher o terreno ideal.

Veja se não existem construções próximas que impeça a luz chegar ao seu terreno.

Lugares orientados mais para o norte costumam receber mais sol e calor.

A construção, no caso, seria interessante sempre ficar virada para o nascer do sol.

Em síntese, os terrenos orientados para o sul possuem menos incidência solar.

Já os orientados para o leste, você poderá aproveitar o sol pela manhã, e os para o oeste, à tarde.

6 – Fique atento à documentação e a legislação

Por fim, temos que destacar a importância de verificar se tudo está certo com o terreno que você pretende comprar.

Verifique sempre no Cartório de Registro de Imóveis da localidade do terreno para saber se está tudo certo.

E por “tudo certo” queremos dizer que ele não tenha nenhuma pendência, dívidas ou irregularidades.

Além disso, é necessário que ele esteja com as metragens corretas e descritas de forma integral na documentação.

Com relação a legislação, antes de comprar você precisa se certificar que é possível construir nele.

Pois ele pode estar próximo de alguma área de preservação.

Analise também todas as restrições que a prefeitura impõe com relação às construções.

Pois você pode acabar descobrindo que não vai conseguir fazer o que deseja depois de comprar o terreno. Aí é tarde.

Escolher um terreno ideal para você possui seus desafios.

Mas se você se ater às dicas que colocamos aqui, vai conseguir alcançar seus objetivos.

Saiba mais sobre o Mercado Imobiliário, veja aqui.

Inclusive, a compra de lotes está sendo considerada por especialistas uma boa forma de investimento.

Gostou do conteúdo sobre dicas para escolher terreno certo? Então, compartilhe em suas redes sociais.

 

*Fonte: https://news24hora.com/6-dicas-para-escolher-o-terreno-certo

Advertisement

Participe do Nosso Grupo e receba Novidades na palma da mão:

WhatsApp Telegram

Leia também

Esse site usa cookies Ok Mais detalhes

Termos & Política de Privacidade
Clique e Entre em Nosso Grupo 🥰