Mudanças de hábitos pelo coronavírus

Mudanças de hábitos pelo coronavírus

Não tem como negar: o mundo está diferente e será ainda mais depois que cessar a pandemia pelo Coronavírus.

Advertisement

Mas como este impacto mundial vai alterar nossas relações e comportamentos?

É fato que tudo o que acontece fora de nós nos afeta profundamente, concorda?

Se apenas coisas superficiais já são capazes de alterar nosso comportamento e nossa percepção do mundo, imagine quando estamos diante de um evento de proporções globais.

Não adianta – não seremos os mesmos depois desta pandemia. Nossa empatia, afetos, a relação com o tempo e a solidão, tudo será alterado.

Advertisement

O que está mudando? O que poderá acontecer em nossas vidas e hábitos com tudo isso também depois de acabar?

Vamos refletir juntos?

Veja que dividimos este artigo reflexivo em títulos para melhor ser a leitura, portanto, aproveite-o!


Coronavírus e mudanças inimagináveis antes da pandemia

1 – A explosão de Home office

Podemos constatar que muitas pessoas estão descobrindo o Home – office, com um certo atraso, diga-se de passagem.

Mas isto vai muito além. Afinal, pode mudar a forma de como nos comportaremos em nossos trabalhos daqui para frente, por exemplo.

Advertisement

Uma delas é a falta de necessidade de reuniões constantes.

Estamos descobrindo, finalmente, que um e-mail bem redigido dispensa a necessidade de nos reunirmos, muitas vezes sem objetivo nenhum.

Outra tendência que vinha ocorrendo há algum tempo, era trabalhar em casa. No entanto, havia muitas organizações que estavam absolutamente relutantes em ouvir algo a respeito.

No entanto, em meio à crise e à possibilidade de ter de colocar em quarentena toda uma empresa, por exemplo, fornecer meios para funcionários trabalharem em casa se tornou uma realidade.

Uma vez que o gênio está fora da garrafa, não há como voltar atrás.

Ou seja, é bem possível que empresas assem a precisar adotar políticas mais flexíveis no futuro.

2 – Comportamento do consumidor também será alterado

Veja também
1 De 4

Alguns números reunidos pelo Grupo Sterling Rice sobre nossos hábitos de consumo também são reveladores.

Lá mostra que 75% dos americanos mudaram seu comportamento com relação a restaurantes durante esta pandemia.

Um deles, é o aumento de pedido de comida delivery, que aumentou consideravelmente neste tempo.

O uso de comida congelada, por exemplo, aumentou 50% e 48% estão estocando comida.

Por outro lado, 28% desses consumidores estão prestando menos atenção nos preços.

Com a mudança de comportamentos, os hábitos de consumo, como vemos, também sofrem alterações.

3 – Aumento da empatia

Casos de coronavírus estão aumentando no Brasil, e conforme acompanhamos mortes acontecendo em números assombrosos, algo ocorre em nós – a empatia!

Este sentimento de nos ligar emocionalmente a outras pessoas, de sentir sua dor e de nos colocar em seu lugar.

Muitas pessoas ignoram o que está acontecendo agora, de fato. Mas isso acontece porque a COVID-19 ainda não atingiu seu círculo mais próximo.

Mas quando isso acontecer, teremos uma maior consciência do grande desastre que está emergindo.

Neste momento, a empatia será algo que despertará mais forte em nós.

Portanto, ficaremos mais atentos à nossa vizinhança, por exemplo, do mesmo modo aos nossos amigos – já que agora não conseguimos mais nos reunir com eles na mesma frequência.

Desenvolver isto nos dará melhores condições de passar por tudo isso de uma maneira mais positiva.

4 – Respeito pelo sistema de saúde

O SUS, tão criticado, vai sair desta pandemia fortalecido.

O maior programa de saúde pública do mundo tem seus problemas, mas ele é agora, nossa linha de frente no combate ao coronavírus.

E não apenas isso – nosso respeito aos profissionais da saúde, que geralmente já é alto, tende a crescer.

Até porque estão lutando diariamente, com o altíssimo risco de serem infectados pelo Coronavírus. Esta postura heroica não será esquecida (jamais).

5 – As pessoas terão receio de multidões

Essa é uma daquelas mudanças que podem se tornar economicamente dolorosas, por exemplo, para muitas empresas.

Especialmente aquelas que se dedicam a eventos de grande porte.

Embora restaurantes possam ficar lotados até o último lugar disponível, com pessoas comemorando no fim do distanciamento e isolamento social, algo vai mudar.

Pode-se estimar que parques temáticos, teatros, estádios, shoppings, grandes lojas, shows, ente outros, não se recuperem completamente.

Ou seja, provavelmente as pessoas vão desejar evitar lugares superlotados por bastante tempo.

6 – A limpeza será valorizada

Nossos hábitos de limpeza serão valorizados – sendo o álcool gel algo integrante no nosso dia a dia.

Teremos, certamente, mais cuidado ao limpar alimentos daqui para frente, nem que seja por uma questão de hábito.

Não nos esqueceremos dos costumes que estamos adotando agora tão cedo. E isto deve se mesclar de forma completa na nossa cultura.

Conclusão

Temos que nos acostumar a este mundo novo que se desvela a nossa frente depois que esta pandemia passar.

Pois, a pandemia vai passar, e nós estaremos juntos do outro lado disto tudo, nos lembrando das lições aprendidas e, com sorte, transformando o mundo em lugar melhor para viver.

A prevenção, então, se torna a mais indicada agora. Seguir as recomendações da OMS e do Ministério da Saúde, que indicam que o isolamento social, é o melhor que podemos fazer neste momento.

Enfim, se gostou deste texto COMPARTILHE nas redes sociais para que mais pessoas tomem ciência das mudanças a partir de agora.

E, principalmente, de que forma cada um de nós pretende se posicionar neste novo momento da história da humanidade.

 

Referências consultadas

https://www.lbbonline.com/news/covid-19-is-shifting-behaviour-and-changing-consumer-attitudes

https://beyondphilosophy.com/how-will-covid-19-change-customer-behavior-and-habits/

https://www.statista.com/chart/21150/behavior-change-us-covid-19/

Advertisement

Leia também

Esse site usa cookies Ok Mais detalhes

Termos & Politica de Privacidade
error: Conteúdo protegido!!