Como Consultar Seguro DPVAT

Como Consultar Seguro DPVAT

O famoso seguro obrigatório é uma daquelas famosas continhas que aparecem como marcas registradas do ano novo.

Advertisement

O ano novo fiscal começa no dia 1 de janeiro, e como ele nasce a obrigação de um novo exercício fiscal.

Entretanto muitas pessoas infelizmente acabam encontrando problemas sérios ao tentar se manter em dia, já que podem estar devendo algo sem saber.

É algo bem difícil, afinal de contas se você não pagou o seguro DPVAT do ano anterior não irá receber o novo documento.

Entretanto, para que você não tenha nenhum problema e nenhuma desconfiança, estou aqui para te ajudar a ter certeza de como se livrar dessa preocupação.

Advertisement

Assim você pode começar seu dia tranquilo sem problemas. Vamos conferir?

Como Consultar Seguro DPVAT

Primeiramente é importante lembrar que você precisa seguir alguns passos padrão, semelhante ao que é feito para se pagar o licenciamento ou o IPVA.

Entretanto estamos falando de um documento único. Aqui você só precisa pagar uma taxa e o problema está encerrado.

Quase tivemos o cancelamento desta taxa em 2019, mas a medida provisória foi derrubada por decisão judicial.

Hoje a situação se encontra bem mais tranquila do que antigamente. A taxa é uma para todo o país e para carros e motos não passa do valor de 5 reais e alguns centavos.

Advertisement

Para veículos pesados o valor dobra, mas ainda não é nada se comparado aos valores antigos.

Entretanto ainda é necessário pagar este valor para se ter o licenciamento e o direito aos benefícios do seguro.

Procure o seu DETRAN

Primeiramente é necessário entender que mesmo sendo uma taxa para todos os países a situação ainda vai estar ligada ao seu carro.

Para saber como consultar DPVAT do seu carro é necessário ver todo o quadro no DETRAN do estado em que seu carro está cadastrado.

Isto pode ser feito na delegacia da sua cidade com filial do DETRAN ou em um escritório próprio.

Entretanto eu recomendo fazer tudo de maneira digital. Normalmente você consegue fazer isto utilizando uma busca simples no Google pela palavra DETRAN mais a UF do estado.

As saídas devem vir com o final “.gov.br” semelhantes aos exemplos:

Veja também
1 De 3

DETRAN do RS – www.detran.rs.gov.br

DETRAN de SC – www.detran.sc.gov.br

DETRAN do PR – www.detran.pr.gov.br

DETRAN de SP – www.detran.sp.gov.br

DETRAN do RJ – www.detran.rj.gov.br

DETRAN do ES – www.detran.es.gov.br

DETRAN de MG – www.detran.mg.gov.br

DETRAN do DF – www.detran.df.gov.br

DETRAN do PA – www.detran.pa.gov.br

DETRAN do AM – www.detran.am.gov.br

DETRAN do AC – www.detran.ac.gov.br

DETRAN de RO – www.detran.ro.gov.br

DETRAN da BA – www.detran.ba.gov.br

Faça a consulta pelo RENAVAM

O RENAVAM é uma espécie de carteira de identidade do seu carro. Cada carro possui um, e diferente da placa este número não pode mudar.

Para encontrar este código é fácil, basta olhar no verso do documento do carro onde está escrito “CÓD. RENAVAM”. São 11 números.

Em todo site do DETRAN você irá encontrar um retângulo de consulta com um espaço para o este número e a placa do carro.

Pague os boletos pelo aplicativo do seu banco

Lá você pode imprimir o seu seguro obrigatório DPVAT e pagar em agência de bancos credenciados ou em lotéricas.

Mas normalmente esses bancos também te permitem fazer esses pagamentos diretamente de meios digitais.

Ou seja, você pode ir até o caixa automático com os dados e fazer o pagamento do que consta pendente.

Entretanto eu digo que vale a pena ficar atento para não pagar nada duas vezes.

Aplicativos e internet banking são opções ainda melhores para você cortar filas e evitar problemas.

Sendo assim utilize a tecnologia a seu favor e garanta mais conforto e agilidade para sua vida.

Para que serve o Seguro Obrigatório DPVAT?

O objetivo principal é gerar indenização para casos onde haja lesões graves ou mesmo morte em movimentação automotiva.

O pagamento pode ser feito tanto para a pessoa quanto para os familiares, no caso de falecimento não haveria uma opção melhor.

Lembrando que deveria haver um real problema no acidente como invalidez permanente ou óbito para que a pessoa tenha direito ao seguro.

Claro, quem não está em dia com o pagamento não pode receber a indenização por vias normais.

Para garantir proteção completa é necessário contratar um seguro automotivo particular mesmo. Só assim você pode proteger casos mais leves e o veículo.

Contudo, se você gostou do artigo COMPARTILHE.

Leia também

Esse site usa cookies Ok Mais detalhes

Termos & Política de Privacidade
error: Conteúdo protegido!!