Prova de Vida da Aposentadoria

Prova de Vida da Aposentadoria

Veja tudo sobre Prova de vida da aposentadoria atualmente, é uma das comprovações mais essenciais para que você receba seu benefício. Veja tudo sobre este assunto neste artigo!

Advertisement

Para receber o benefício previdenciário, não basta apenas contribuir pelo tempo mínimo, ter idade certa e dar entrada em todo procedimento.

Pode parecer estranho, mas é necessário também permanecer provando que você está vivo. Aliás, esse procedimento é relevante cada vez mais.

Infelizmente vivemos em um país, onde praticamente em todos os setores, há pessoas que só pensam em como fraudar o sistema.

Naturalmente esse é o maior receio da Previdência e por isso a necessidade de se provar que ainda está neste mundo, portanto, manter o direito à aposentadoria.

Advertisement

Mas exatamente como você faz isso? E porque o INSS demanda esta exigência um tanto incomum.

Neste artigo você poderá ler sobre isso e também se inteirar de mais assuntos:

O que é prova de vida da aposentadoria?

Toda a pessoa que recebe benefícios ou auxílios da Previdência Social, precisa de uma comprovação que está vivo.

Mas qual a necessidade disso? Simples. Evitar que ocorram desvios de dinheiro e outras fraudes.

Não apenas isso, afinal, provar que está vivo junto ao INSS também serve para impedir que pagamentos não corretos sejam realizados.

Advertisement

Um dos golpes mais comuns que se praticava no INSS é quando alguém tentava receber o benefício em nome de uma pessoa que já havia falecido, por exemplo.

Então, ao provar sua vitalidade, o segurado garante para si o recebimento dos benefícios e é claro evita que pessoas de má fé usurpam o INSS.

A prova de vida da aposentadoria, está presente na lista de procedimentos do INSS desde 2012, portanto, vem ajudado a reduzir consideravelmente infrações e enganos desde então.

Prova de vida: quem precisa fazer?

Toda pessoa que recebe benefícios do INSS, seja aposentadoria ou mesmo pensão, precisa fazer a prova de vida.

Porém, ela é solicitada somente uma vez ao ano, ou seja, a cada 12 meses. E isso não depende de:

  • Idade;
  • Da forma que o beneficiado recebe;
  • De qual tipo de benefício é efetivamente recebido;
  • Que qual forma é feito este pagamento – lembrando que ele pode ser realizado via conta poupança, corrente ou por cartão magnético.


Porém, quem ainda não completou 12 meses de recebimento não precisa provar a Previdência que está vivo.

Veja também
1 De 2

Onde você deve ir para fazer o teste de vida?

Uma dúvida quando se precisa realizar o teste de vida é: “Onde eu devo fazer a prova de vida da aposentadoria?”.

Pois saiba que essa verificação deve ser realizada diretamente no banco onde você recebe o benefício.

A pessoa se dirige até o caixa e lá apresenta qualquer documento de identificação que possua sua foto.

Para assim comprovar que é ela mesmo quem está solicitando a prova de vida.

Neste caso, documentos que são possíveis e permitidos são:

  • Carteira de habilitação (nacional);
  • A Carteira de identidade;
  • Carteira de trabalho.

Contudo, em certos bancos, já não é necessário ir até um caixa para realizar esta comprovação.

Pois eles já possuem, nos terminais de autoatendimento, o sistema de tecnologia biométrica, que é seguro, eficaz e bem mais conveniente.

Então, logo depois de efetuada a biometria, as informações são repassadas diretamente ao INSS.

E pronto! Sua existência como segurado do INSS já foi comprovada.

Mas e se a pessoa não se encontrar em condições de ir até o banco?

Muitas vezes, pessoas se encontram em uma idade avançada, onde a própria locomoção é também prejudicada.

Ou então, sofrem com doenças graves, as quais lhe impedem de sair, sem falar que muitas vezes podem estar acamadas.

Certamente, quem se encontra nestes casos vai encontrar certa dificuldade de realizar sua prova de vida da aposentadoria pessoalmente no banco, certo?

Neste caso, é possível agendar, junto ao INSS, uma visita realizada por um servidor da instituição que vai até o lugar onde o segurado está.

Seja em casa ou mesmo no hospital, este servidor vai fazer a certificação da prova de vida, mediante agendamento.

E para agendar é muito simples: basta ligar para o número 135 e assim marcar uma visita.

Ou então entrar no site do Meu INSS, e lá enviar todos os documentos requisitados em forma de anexo.

Como saber a data para realizar a prova de vida no banco

Cada pessoa beneficiária do INSS deverá realizar sua comprovação de vitalidade em uma época diferente. Mas como saber qual?

Na verdade, a esta data e definida pelo banco. Então ficam algumas opções.

Ela pode ser realizada quando fizer aniversário do benefício ou do beneficiário, ou no período de um mês antes de vencer a última prova realizada.

E quem vai informar esta data? O banco.

É possível encontrar a mensagem que convoca para realizar a prova de vida no site do banco ou mesmo nos caixas de autoatendimento.

Prova de vida: eu não fiz, e agora?

Bom, no caso da não comprovação, a pessoa corre o risco de ter seu benefício cancelado.

Porém, é possível fazê-la dentro do período de até 6 meses após passar a data correta.

Contudo, se expirar este tempo, então é provável o cessamento do benefício, por isso é importante ficar atento.

Conclusão

Saiba que sem atestar que está vivo junto a Previdência, existe certo risco de encontrar bloqueado seu benefício.

Portanto, mantenha atenção pois é importante não perder sua data. Mas, se ainda quer saber mais sobre a prova de vida da aposentadoria, busque ajuda com um agente previdenciário ou entre no site do INSS!

E, se você gostou deste conteúdo, lembre-se de COMPARTILHAR este post nas redes sociais de sua preferência!

Advertisement

Leia também

Esse site usa cookies Ok Mais detalhes

Termos & Politica de Privacidade
error: Conteúdo protegido!!