Contribuição MEI para Previdência Social

A contribuição MEI para previdência social apresenta algumas especificidades da categoria, que geralmente causam dúvidas.

A partir da formalização de seu trabalho como MEI, é possível ter todos os direitos de um profissional assalariado.

Advertisement

Justamente por causa da contribuição MEI para previdência social, o que dá ao trabalhador mais segurança.

Afinal, em caso de doença, acidente ou gravidez o MEI terá acesso aos benefícios previdenciários.

Quer saber mais sobre o tema? Para te ajudar elencamos várias informações úteis sobre a contribuição MEI para previdência social, veja em nossos links rápidos:

  1. Como é a contribuição MEI para previdência social?
  2. O MEI tem direito a se aposentar na previdência social?
  3. Quais os direitos previdenciários do MEI?
  4. A mensalidade como MEI acaba sendo um investimento mensal
  5. A contribuição MEI para previdência social já está embutida na DAS

Advertisement

Como é a contribuição MEI para previdência social?

O MEI recolhe a cada mês 5% do salário mínimo vigente para contribuir ao INSS. É por isso que o valor de contribuição se altera anualmente.

Além da contribuição MEI para previdência social, está incluso na guia DAS os impostos que precisam ser recolhidos para manutenção do CNPJ.

É por causa da contribuição MEI para previdência social, que a regularização dá direito aos benefícios de um profissional com carteira assinada.

Garantindo que, o MEI tenha todo o suporte do INSS em caso de doença, gravidez, invalidez ou aposentadoria.

O MEI tem direito a se aposentar na previdência social?

Grande parte dos brasileiros tem por objetivo o benefício de aposentadoria, quando contribuem para o INSS.

Entretanto, a contribuição MEI para previdência social não dá a ele o direito de aposentadoria por tempo de contribuição ou Certidão de Tempo de Contribuição.

Advertisement

Mas se esse é o objetivo do MEI, ele pode aderir a uma das duas modalidades para ter direito à aposentadoria:

  • Optar por completar a contribuição mensal, pagando um total de 20% sobre o salário mínimo para o INSS;
  • Completar a alíquota cobrado no período que antecede a formalização, pagando mais 9% do salário mínimo.

Dessa forma, o MEI terá direito a se aposentar pelo INSS, garantindo assim 1 salário mínimo como aposentadoria.

Caso o MEI não queira pagar a mais mensalmente para se aposentar, é possível continuar contribuindo com o valor mensal mínimo.

Dessa forma, será possível se aposentar pelo INSS quando o homem MEI atingir 65 anos e 180 meses de contribuição.

E a mulher MEI quando atingir 60 anos e 180 meses de contribuição. Caso o objetivo seja aumentar o salário da aposentadoria, é possível!

Quem deseja receber mais que um salário mínimo ao se aposentar deve contribuir com um valor acima da alíquota obrigatória como MEI.

Quais os direitos previdenciários do MEI?

A contribuição MEI para previdência social dá ao profissional alguns benefícios, como por exemplo:

  • Salário maternidade;
  • Auxílio doença;
  • Auxílio reclusão caso o profissional seja preso;
  • Pensão por morte;
  • Aposentadoria, como já mencionado.

É importante destacar que, para receber esses benefícios o MEI passa por um período de carência.

Por exemplo, o auxílio doença tem carência de 12 meses de contribuição, sem as 12 contribuições o MEI não terá direito ao benefício.

Portanto, antes de solicitar um de seus direitos previdenciários junto ao INSS, é fundamental observar a carência.

Justamente para não criar expectativa e perder seu tempo realizando agendamentos e perícias, que serão indeferidas por causa da carência.

Em relação ao salário maternidade, o valor também poderá ser pago em caso de adoção de uma criança. Desde que se cumpra a carência estabelecida.

A mensalidade como MEI acaba sendo um investimento mensal

É comum que os empreendedores não vejam benefícios de efetuar a contribuição MEI para previdência.

E isso acaba desmotivando o profissional a se regularizar. Entretanto, os benefícios vão muito além das questões previdenciárias.

Se tornando MEI é possível ter desconto comprando carro com seu CNPJ, contratar empréstimo para a empresa e fazer seu negócio crescer.

Além disso, o investimento mensal é útil para que, seja possível aproveitar oportunidades, vendendo online e fechando contratos maiores, por exemplo.

Uma vez que, o MEI é um empresário legalizado e que pode atuar da forma como preferir. Desde que, mantenha sua inscrição regular.

Portanto, pagar o MEI todos os meses é um investimento em sua tranquilidade e segurança para trabalhar todos os dias.

O que é benéfico não só para você, como também para sua família. Afinal, o auxílio doença, por exemplo, é de grande ajuda quando necessário.

Além disso, a contribuição MEI irá te oferecer direito à aposentadoria. De modo que, não se torne dependente de um familiar na terceira idade.

É por isso que, ao invés de ser visto como um custo pesado demais, o MEI deve ser entendido como um investimento.

Uma vez que, são muitas as possibilidades trazidas pela regularização de sua empresa. Inclusive para o crescimento de seu negócio.

Dessa forma, é possível trabalhar todos os dias para que sua empresa cresça cada vez mais, sempre legalizada.

A contribuição MEI para previdência social já está embutida na DAS

É importante ressaltar que, o MEI que paga regularmente sua mensalidade através da DAS, já está contribuindo para a previdência social.

Portanto, não existe nenhuma cobrança adicional. Sendo preciso pagar mais apenas nos casos em que, o profissional opta.

Justamente para que futuramente o valor de sua aposentadoria seja maior. Se esse é o objetivo, é importante agendar atendimento no INSS.

Na agência da previdência a nova contribuição MEI para previdência social poderá ser calculada.

De modo que, você passe a pagar o suficiente para receber mais que apenas um salário mínimo durante sua aposentadoria.

Além disso, é possível aproveitar o atendimento para esclarecer suas dúvidas em relação a aposentadoria como MEI.

Uma vez que, esse é o direito que a grande maioria dos profissionais que se cadastram como MEI objetivam.

Agora que você já sabe como funciona a contribuição MEI para a previdência social, que tal aderir e se formalizar?

Saiba mais sobre Previdência Social, veja aqui.

Aproveite e COMPARTILHE esse conteúdo com seus amigos que precisam aprender também.

Leia também

Esse site usa cookies Ok Mais detalhes

Termos & Política de Privacidade